Bons livros para quem quer desenhar ícones

Teve uma época – quando fui estagiária na Procergs – que eu era conhecida como “a guria que desenhava os ícones“.
Sistema novo? – Procura a Fernanda do TSI. – precisando de ícones de caixa d’água para a CORSAN? Sem problemas!

A verdade é que eu sempre gostei de síntese gráfica. Ela é o âmago do trabalho do desenhador. Pegar ideias conceitos e coloca-las numa imagem, as vezes numa cor. Um conceito, uma ideia, uma forma.

Mas antes que algum professor mande você fazer a posição de lótus e te dizer que isso é instintivo…diga alto lá! Muita gente já estudou sobre isso.

E escreveu livros. E desenhadores (e, vá lá, designers) leem muito (ou deveriam).

Então segue uma lista
de 3 livros para compor uma biblioteca de quem gosta de desenhar ícones:

  • Signos Símbolos, Marcas, Señales da Gustavo Gili. Comecei avaliando os ícones do Windows 3.1, redesenhando alguns, depois do Word 2.0. É o básico do básico para se entender a dinâmica do desenho. Saiu no Brasil como Sinais e Simbolos.
  • O Livro do Ícone – de Willian Horton. Signos, Marcas…era a base, esse livro é a estrutura para o desenho de ícones. Esqueça a idade e o fato dele estar quase esgotado. Esse livro é a base para o desenho de qualquer icone ou familia de icones no meio digital. Leia a resenha no SKoob.
  • The Icon Handbook – John Hicks da Five Steps. Eu basicamente recomendaria automaticamente a leitura de qualquer livro da Five Steps. The Icon Handbook é praticamente uma atualização do livro de Willian Hoston, entremeado com histórias famosas como a de Susan Kare.

As capas dos tres livros