Resumo da semana – 20 a 24 de fevereiro

capa do disco com um peixinho douxado nadando dentro de um liquidificador.

Essa semana consegui ver no Arte 1 um documentário sobre o Cartaz da série Design Gráfico Brasileiro, foi bom rever os cartazes da Rio92 e tudo me cheirava a NDesign. Vendo os depoimentos bateu uma saudade do tempo de universidade.

Lá estava Felipe Taborda que, apesar de grisalho, reconheci antes do nome aparecer. Me lembrei da era pré-web quando tive que apresentar um trabalho sobre designers brasileiros e a única coisa que tinha sobre ele era um artigo recortado da revista Veja. Tinha escolhido ele porque na época queria fazer quadrinhos, videoclipes e animação (o mundo dá voltas). Para que não conhece, ele fez algumas das capas de discos mais emblemáticas da década de 80. O fotografo Rodrigo Lopes, responsável pela foto do disco Carne Crua do Barão vermelho contou um pouco de como foi feita a capa e de como era trabalhar na era pré-digital.

Pena que a série não está disponível online 🙁

Tenho trabalhado duro na apresentação da primeira versão do meu projeto de doutorado. Mas como sou muito dispersiva estou, aos poucos, implementando a técnica Pomodoro na escrita. Nos últimos dias (tirando os que fico no laboratório) tem funcionado relativamente bem.

A técnica consiste em em blocos de tempo de trabalho focado e descanso. A sugestão é trabalhar totalmente focado por 25min e depois descansar por 5min. Esse combo de 25/5 se repete três vezes, no quarto pomodoro o intervalo é de 30min.

processo da tecnica pomodoro em desenho
Uma explicação legal, com dicas para criativos achei nesse site: Workaulait (de onde também vem a ilustração).

Quem me indicou a técnica foi minha mega-amiga-superblaster-workaholic Aisha <3, que me enviou o link desse quadrinho sobre Procrastinação e o Pomodoro.

Capa do quadrinho Uma longa noite aprendendo